Telas para o reforço de pisos e paredes. Evite o desperdício e economize!

Nenhum comentário
telas para reforço de pisos e paredes

As telas para reforço de pisos e paredes evitam desperdícios e gastos desnecessários com retrabalhos que geram custos adicionais e uma enorme perda de tempo.

Reforçar paredes, contrapisos, impermeabilizações e pintura com telas técnicas, evita trincas, rachaduras e retrações nas superfícies.

Felizmente, encontra-se no mercado telas sintéticas altamente tecnológicas utilizadas para reforço que são muito resistentes, mais leves, duráveis, fáceis de manusear e que diminuem de forma expressiva o peso das construções quando comparadas às telas metálicas.

Produtos mais tecnológicos

A construção civil evolui em tecnologia e o avanço na qualidade dos materiais são um grande diferencial a cada ano que passa.

De um modo geral, busca-se tecnologia para se obter produtos cada vez mais sustentáveis, leves, duráveis e fáceis de instalar em toda a indústria da construção civil.

Feira Bauma 2019

Um exemplo que pode expressar essa afirmação foi apresentado na feira Bauma em Munique na Alemanha que acontece a cada 3 anos e é expoente ao apresentar novas tecnologias para a construção.

Em abril de 2019, foram demonstrados cases de produtos inovadores que tinham como objetivo serem mais fortes, leves e duráveis.

A cereja do bolo na feira Bauma, foi o “C³ – Carbon Concrete Composite”. Seu objetivo é trocar 20% do concreto armado por concreto carbônico.

O aço estrutural, que é pesado, corrosivo e portanto vulnerável foi substituído pelo carbono que é altamente resistente e sólido, porém muito mais leve.

Como caso de sucesso, a Dreßler Bau de Stockstadt apresentou o primeiro edifício do mundo com uma fachada sanduíche de “C³ Carbon Concrete Composite” reforçada com tela de fibra de vidro.

Neste empreendimento, as paredes externas foram reforçadas com a tela para reforço de pisos e paredes de fibra de vidro.

Elas contém apenas duas toneladas de telas de fibra de vidro resistentes a alcalinidade do cimento, enquanto que uma fachada de concreto armado exigiria quase oito toneladas de aço.

Consequentemente, a diminuição do peso das paredes impactou economicamente a obra, desde a fundação até o transporte da matéria prima.

O aço necessitaria de aproximadamente quatro carretas para chegar até a obra, enquanto a fibra de vidro foi transportada em apenas uma carreta.

A fibra de vidro que substitui o aço

Telas estruturantes de aço estão sendo substituídas por materiais alternativos como a fibra de vidro que já é utilizada com bastante frequência para esse fim, pois possui propriedades mecânicas e químicas impressionantes.

Ela é fabricada com filamentos que são a aglomeração de finíssimos fios de vidro não rígidos e flexíveis,  unidos pela aplicação de resina de poliéster (ou outro tipo de resina) garantindo leveza, alta resistência a tensão, a corrosão e produtos químicos.

Para cada aplicação existe uma resina própria.

No caso da construção civil, a exigência é que seja resistente a alcalinidade do cimento, por esse motivo, encontramos no mercado brasileiro, telas de fibra de vidro com a denominação AR (álcali resistentes).

Resistência da fibra de vidro

Engana-se quem pensa que elas são frágeis. As telas de fibra de vidro possuem elevada capacidade de carga a tração e flexão devido à alta resistência de ruptura e baixíssima porcentagem de alongamento.

A facilidade de manuseio é mais um diferencial desse material, pois não necessita de ferramentas especiais para sua instalação, somente luvas de proteção.

Além disso, possui baixa condutividade térmica, bom isolamento térmico e é incombustível, pois as propriedades minerais presentes no material o tornam invulnerável à propagação de chamas, sem a liberação de gases tóxicos.

Além disso, é considerada amiga do meio ambiente, pois sua matéria prima natural e reciclável, é flexível, altamente maleável, fácil de moldar e versátil, adaptando-se a diferentes detalhes arquitetônicos e estruturas.

Para acompanhar os avanços da construção, a Tegape investiu em materiais mais tecnológicos que geram economia e agilizam a obra quando o quesito é resistência, facilidade na instalação e leveza.

Reforço da argamassa e concreto (paredes)

A tela de fibra de vidro aplicada em conjunto com o cimento, tanto na composição do concreto como na composição da argamassa, elimina as patologias na obra que estão relacionadas a retrações, rachaduras, trincas no reboco ou na pintura.

Um exemplo de economia inteligente é evitar gastos desnecessários.

Por esse motivo, engenheiros calculistas especificam em seus projetos a tela para reforço da argamassa, pois muitas vezes são convidados a rever o projeto estrutural de obras já entregues e habitadas que apresentam fissuras ou rachaduras relacionadas ao reboco e não à falhas estruturais. Normalmente as especificações de reforço com tela aparecem em:

  • Fachadas e ambientes internos de edifícios com altura superior a quatro andares, principalmente no térreo e último andar, que sofrem com a ação dos esforços e intempéries;
  • Vãos de portas e janelas para evitar as trincas “tipo bigode” e o descolamento do revestimento externo;
  • Em sistemas de recuperação de fachadas (retrofit);
  • Para reforço de elementos arquitetônicos pré moldados, etc;
  • Em conjunto com o cimento (massas e concreto) para a recuperação e prevenção das trincas e rachaduras em superfícies quando utilizada em conjunto com a argamassa;
  • Reforçando o encontro entre diferentes sistemas construtivos, principalmente entre estruturas (vigas e pilares) e as paredes de vedação;

Reforço do contrapiso (pisos)

As telas de reforço também são utilizadas em pisos e pavimentações, formando um contrapiso estruturado que tem como função corrigir as imperfeições da superfície do concreto.

Quando o contrapiso possuir mais de 25 mm, ele deve ser reforçado com tela, que é incorporada na metade da espessura da camada. A técnica evita a retração da massa.

As telas de fibra de vidro álcali resistentes substituem as telas metálicas e não deixam a desejar no quesito resistência a tração. Além disso são menos espessas exigindo uma camada menor de argamassa para sua cobertura.

As aberturas da tela de fibra de vidro, indicadas para essa aplicação são de 10 mm x 10 mm para as telas de fibra de vidro e 25 mm x 25 mm.

As telas de polietileno de alta densidade (PEAD) que também substituem com propriedade as telas metálicas são recomendadas com a abertura de 50 mm x 50 mm.

Reforço em paredes secas (base coat)

A tela de fibra de vidro álcali resistente é utilizada em conjunto com argamassas poliméricas sobre placas cimentícias, XPS, EPS e PU, formando uma película base e dando acabamento às chapas.

Elas fazem o fechamento em sistemas construtivos secos como o Steel Frame, Wood Frame, EIFS e em fechamentos como platibandas, fachadas ventiladas, estruturas metálicas, etc.

Reforço de placas cimentícias

As placas cimentícias, produzidas industrialmente com a tecnologia CRFS – Cimento reforçado com fio sintético utilizam telas resistentes a alcalinidade do cimento.

Para melhorar a estrutura do produto e evitar trincas, retrações e quebras, as telas de fibra de vidro AR (álcali resistentes) são incorporadas ao cimento formando uma estrutura única, resistente, leve e durável.

Reforço da pintura (paredes de alvenaria e drywall)

A tela anti trinca, constituída por filamentos de fibra de vidro longos e não trançados, conhecida mundialmente como Crakgon, reforça a pasta de tinta e tem como objetivo prevenir as rachaduras ocasionadas pela diferença térmica e maus tratos.

Além disso, oferece uma barreira de proteção impermeável, é altamente resistente à abrasão, higiênica, duradoura e permite que a parede respire.

Ela é muito utilizada para prevenir retrabalhos e restaurar áreas com patologias, pois fortalece e protege as superfícies.

Ainda para dar acabamento e cobrir imperfeições da superfície, podemos utilizar o Tecido decorativo de fibra de vidro. Ele é mundialmente conhecido e utilizado para reforçar paredes secas (drywall) e reparar superfícies altamente danificadas.

Em países onde as paredes secas já substituíram em 70% as paredes de tijolos, aplica-se o Tecido decorativo de fibra de vidro em áreas onde exista alto tráfego de pessoas, como escolas, hotéis, escritórios e locais públicos.

Ele é aplicado como um papel de parede e sua resistência a tração e perfuração é alta, reduzindo a periodicidade das manutenções.

Indicação de serviços de qualidade

O que não falta, são formas de melhorar o acabamento de paredes e pisos e sabe-se que na construção civil, a qualidade dos serviços traz indicações e novos clientes.

Por esse motivo não hesite em utilizar as telas de reforço para pisos e paredes que agregam qualidades de resistência e durabilidade, já na execução do serviço.

Estudos mostram que o retrabalho na construção civil infelizmente é muito comum e que em geral aumentam o custo da obra em aproximadamente 15% e além do gasto financeiro, voltar na obra ou refazer um trabalho, pode comprometer o prazo de entrega da obra ou interferir no planejamento de remanejamento de equipe ou frentes de trabalho.

Então, não hesite em acrescentar tecnologia a sua obra, incorporando produtos eficientes e com eficiência comprovada mundialmente.

Assine nossa news e fique por dentro das novidades

Categoria: Telas de reforço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu